Google supera a Petrobras como empresa dos sonhos dos jovens

Após dois anos brigando pela liderança, a Google ultrapassou a Petrobras e ocupa o primeiro lugar no ranking brasileiro como a empresa dos sonhos dos jovens. É o que mostram os resultados da 13ª edição da Pesquisa Empresa dos Sonhos dos Jovens, realizada pela consultoria Cia de Talentos e pela Nextview People. Outro levantamento feito recentemente já revelava que a empresa é também a preferida dos executivos no Brasil. Assim, o segundo lugar volta a ser da Petrobras, que foi a primeira colocada nos dois anos anteriores. A disputa entre Google e Petrobras pelas primeiras posições no ranking vem acontecendo desde 2008. Este ano, a terceira colocada foi a Odebrecht, que, desde 2011, vem crescendo sua visibilidade entre os jovens talentos. Completam a lista, até a 10ª posição, Itaú, Vale, PwC, Nestlé, Apple, P&G e Ambev.

Entre os dados observados, pode-se destacar que Vale e Ambev permanecem neste ranking desde 2009, enquanto que o Itaú faz parte da lista desde 2008. Já a Apple e a P&G estreiam no ranking. Estreante em 2013, a PWC, por sua vez, pulou do nono para o sexto lugar.

Nesta edição, a pesquisa foi respondida por aproximadamente 52 mil jovens brasileiros estudantes e recém-formados, com idade entre 17 e 26 anos, e traz conteúdo relevante sobre o que pensam a respeito de companhias, liderança, mercado de trabalho e carreira, além de mostrar que, para os jovens, fazer escolhas não é algo simples.

— Vivemos em um mundo em constante transformação e nenhuma escolha será permanente. Antes, o jovem tinha mais clareza do que seria da sua carreira ao terminar uma graduação, que era o principal pilar de uma vida profissional. Hoje, ele sabe que durante os quatro ou cinco anos do curso, surgirão e deixarão de existir muitas possibilidades de trajetória. Por isso, eles têm sede constante por novos aprendizados e valorizam organizações que lhes proporcionem um contexto em que possam se reinventar a cada dia – diz Maíra Habimorad, presidente da Cia de Talentos.

O levantamento revela ainda que a quantidade de jovens que sonham trabalhar em uma companhia específica vem decrescendo ano a ano: era de 77% em 2012, passou para 60% em 2013 e, agora, está em 58%. Os jovens ‘descontentes’, ou seja, aqueles que não têm uma empresa dos sonhos, dizem que para ocupar um lugar especial em seus sonhos uma organização deveria oferecer possibilidade de conciliar a vida pessoal e profissional e ter bons relacionamentos no trabalho.

Já os participantes da pesquisa que apontam ter uma empresa dos sonhos dizem tê-la escolhido por acreditarem que ela proporciona oportunidades de desenvolvimento profissional, desafios constantes e possibilidade de fazer o que gosta, além de trabalhar para uma marca inovadora com boa imagem no mercado.

Entretanto, para os jovens, algumas empresas têm aspectos mais marcantes: 29% dos jovens que indicaram a Google apostam que nela teriam oportunidades de vivenciarem uma carreira internacional. Já o que chama a atenção dos que admiram a Petrobras é a estabilidade do emprego: 40% a escolheram por isso. Já no caso da PWC, 71% dos que sonham trabalhar nela acreditam que ofereça um aprendizado profissional. Mas, quando o assunto é credibilidade no mercado, 59% dos que querem uma oportunidade na Nestlé lembraram dela por este motivo. E a Apple é referência em inovação para 69% dos que gostariam de atuar nela.

O alinhamento com a cultura da empresa também é um dos principais aspectos avaliados no momento de escolha por uma oportunidade profissional.

— Quando os jovens são contratados por uma organização, é comum passarem por um período de integração, momento este dedicado para apresentar também seus valores. Porém, este dado é mais relevante se for conhecido pelos jovens antes de decidirem se aceitam ou não uma proposta de trabalho — esclarece Danilca Galdini, sócia-diretora da Nextview People.

Tanto é que 70% destes jovens dizem ter alguma referência sobre os valores e as crenças das organizações que admiram. Reconhecimento profissional, sustentabilidade, foco em pessoas e qualidade são as características que mais chamam a atenção destes jovens.