Cia de Talentos

Cia de Talentos na Imprensa

Filtre por: ImprensaArtigos Videos Vídeos Áudio Áudios

Dedique seu tempo aos alvos certos

A corrida para os programas de trainee exige foco do candidato. Consultores e gestores recomendam a inscrição para processos em que o jovem tenha identificação com o segmento, o perfil e os valores da empresa. Concorrer em todos os programas possíveis pode ser uma tática equivocada, na medida que o candidato precisará de muito esforço para cumprir todas as etapas do programa.

O CEO da Seja Trainee, Luís Abdalla, montou uma equação (abaixo) para mostrar que o tempo de preparação se tornará escasso se o jovem optar por vários processos seletivos e tiver de cumprir todas as etapas. Além disso, o franco-atirador pode acabar baixando a guarda e ser descoberto quando estiver no front da etapa presencial.

“Chega um momento em que os recrutadores identificam quem está atirando para todos os lados, e esse profissional acaba por perder a vaga para outro que está mais focado e determinado em relação àquela empresa”, ensina.

Abdalla sustenta que o jovem deve ter foco naquilo que busca para a carreira, seja programa de trainee ou vaga efetiva. Antes de começar qualquer inscrição, o candidato deve acessar o site das empresas para conhecê-las e buscar referências de mercado com pessoas que trabalham, trabalharam ou têm relação com a organização.

“O importante é estudar as empresas em que participará do processo de seleção, buscando identificar aquela com mais aderência a seus valores”, destaca Lúcia Félix, gerente sênior de desenvolvimento da Lojas Renner.

O risco de colocar os ovos em muitas cestas diferentes é não conseguir tempo para cuidá-las. Fatalmente, neste caso, várias se perderão pelo caminho. Enquanto o candidato presta atenção em uma delas, outra pode estar em risco.

“Quando aposta em várias opções diferentes, o jovem tem mais oportunidades, mas não consegue aproveitá-las. Ele vai para a etapa presencial sem se preparar, sem conhecer a empresa”, comenta Paula Esteves, diretora da Cia de Talentos. A indicação de Paula é que o candidato escolha seus alvos de acordo com o segmento de mercado e o perfil da empresa.
“Ele tem de entender seu interesse e selecionar adequadamente, porque terá de se empenhar, estudar sobre a empresa e negócio. Muitas vezes tem de fazer apresentação e precisa de preparação para isso. Ninguém vai perguntar qual o faturamento ou dificuldades que a empresa enfrenta, mas é básico ao menos saber o que ela faz e sua abrangência”, completa Paula.

Fonte: Zero Hora (Porto Alegre/RS)