Descubra como identificar os talentos que estão em sua organização


13/03/2018
Por Cia de Experts

Muitos entendem talento como um sinônimo para dom, mas a verdade é que essas duas palavrinhas não são sinônimos. O dom é algo inato, ou seja, que nasce com a pessoa e que pode ser aprimorado ao longo da vida. O talento, dentro do contexto empresarial, nem sempre é inato, porém, possui como vantagem a capacidade de ser desenvolvido e aprimorado.
 
COMO IDENTIFICAR UM TALENTO DENTRO DA EMPRESA?
 
Não importa o tamanho da sua empresa ou o número de funcionários, sempre é possível identificar pessoas que se destacam em suas atividades. Este pode ser o primeiro indício de que você está diante de um talento. Observe as entregas deste profissional. Elas são de qualidade? Superam as expectativas?
 
Pondere também o que é relevante para a cultura da sua empresa e área. O fit cultural e comportamental é tão importante quanto as habilidades específicas. Por exemplo, se a empresa oferece um ambiente mais rígido e direcionado a metas agressivas, não há como um profissional que não se adeque a esse ambiente se destacar positivamente. O mesmo vale para o contrário, um ambiente menos estruturado também não conseguirá reter um profissional mais assertivo.
 
Existem ferramentas, como o Audition, que são capazes de ajudar no processo de entender o quanto os valores e competências de determinado profissional estão aderentes ao que a empresa ou área busca. Da mesma forma, ferramentas que avaliam a personalidade, como o Facet5, podem auxiliar no processo de conhecer seu funcionário, ao fornecer informações sobre o melhor modelo de liderança para guia-lo e favorecer seu crescimento.
 
COMO TER CERTEZA DE QUE ESTOU DIANTE DE UM TALENTO?
 
Muitas vezes, empresas familiares ou com muito tempo no mercado costumam possuir em seu quadro de colaboradores alguns profissionais que estão na organização há muito tempo, o que favorece laços entre os times e permite uma maior sincronização entre liderança e liderados. Porém, há o lado negativo de nem sempre promoções serem aplicadas levando em conta competências e potencial, mas sim tempo de casa e afinidade com o gestor. Este movimento pode ser prejudicial para a saúde da empresa, afinal, quando promovemos  e entregamos mais responsabilidades para alguém que talvez não seja capacitado para a função podemos desencadear problemas em diferentes estruturas da organização. Às vezes, o profissional pode até ter potencial, mas se não for devidamente preparado irá fracassar e isso pode repercutir de forma negativa em todo o time, seja por não confiarem nas decisões dos gestores, seja por se sentirem abandonados diante de um desafio.
 
É importante que a empresa desenvolva um plano de carreira sólido, que realmente fortaleça seus recursos. O primeiro passo pode se dar iniciando um programa de assessment, de forma que seus funcionários sejam avaliados em pé de igualdade com profissionais do mercado. Um assessment tem por objetivo avaliar as competências que estão bem desenvolvidas e destacar as que precisam ser trabalhadas para se fortalecerem, antes ou durante o momento de assumir um novo cargo. O ideal é a contratação de uma consultoria externa, imparcial, de forma a minimizar os impactos das críticas e de reforçar a imagem do comprometimento de sua empresa com seus colaboradores.
 
Com os dados coletados, é possível desenhar um plano de ação que favoreça o desenvolvimento do seu talento potencial, de forma que ele possa contribuir com a empresa e seja peça fundamental em seu crescimento.

Por Cristiane Costa
Consultora de Recrutamento e Seleção na Cia de Experts